• FIBROMIALGIA

  • FIBROMIALGIA

É uma Síndrome que tem como principal característica a dor crônica generalizada, cujo alguns pacientes podem apresentar fadiga, rigidez muscular, sensação de inchaço, distúrbio do sono, depressão, ansiedade, entre outros, sendo a dor o sintoma que gera mais danos à saúde física e mental dos pacientes.  De acordo com a literatura, as mulheres são mais afetadas do que os homens.

• Como a doença impacta a vida do paciente?

 As pessoas acometidas pela síndrome têm comprometimento em várias áreas da vida, a rotina fica prejudicada, sofrem danos na vida social, familiar, rendimento no trabalho, concentração, afastamento dos colegas, pelo fato das queixas constantes de dor, além do prejuízo na parte sexual, perda da libido, oscilação de humor, autoestima e por conseqüência trás comportamentos disfuncionais e emocionais aos pacientes.

  •  Diagnóstico e Tratamento

A Medicina ainda desconhece suas causas, não existe um exame específico que comprove, geralmente o médico reumatologista que é o responsável pelo diagnóstico e o mesmo é feito após uma investigação do quadro do paciente, onde os exames realizado, são para descartar outras possíveis doenças. A entrevista e avaliação do índice de dor crônica generalizada, são usadas como critérios para o diagnóstico e prognostico do paciente.

O Tratamento para Fibromialgia não promete cura, mas quando é realizado de forma adequada, contribui para um melhor convívio com a doença, diminuindo os sintomas. O tratamento deve ser multidisciplinar, o paciente é acompanhado quando possível, por vários profissionais de saúde e alguns tratamentos alternativos também podem ser indicados, como acupuntura, sessões de massagem, atividades físicas e outros.

Tratamento Psicológico

Já é sabido que mente e corpo estão totalmente interligados e existem teorias que apontam que são os fatores psicológicos que contribuem para desencadear a síndrome e que pode até ser resultados de um transtorno de ansiedade, mas nada ainda comprovado, tá?

O acompanhamento psicoterápico é parte do tratamento do paciente, e a terapia Cognitivo Comportamental (TCC) é a abordagem mais indicada pela equipe médica, por apresentar maiores evidências de resultado positivo com os paciente acometidos por dor crônica;

Na terapia é feita a psicoeduação, onde o paciente passa a entender melhor a importância da continuidade no tratamento, aceitação da doença, convívio social, a respeitar os limites do próprio corpo. 

O psicólogo avalia os padrões dos pensamentos disfuncionais que afetam nas emoções e comportamentos, para que possam ter pensamentos mais realistas funcionais no dia-a-dia. Através de técnicas, o terapeuta ensina os pacientes habilidades que o auxiliem na mudança de estilo de vida, como:

  • Auto controle
  • Estratégias de enfrentamentos
  • Diminuição da ansiedade
  • Compreensão dos gatilhos emocionais
  • Assertividade para lidar com os sentimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *