Dia 15 de Junho- Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa

Dia 15 de Junho- Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa

O Dia 15 de Junho é uma data instituída pela ONU- Organização das Nações Unidas, como o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa e o mês de Junho todo será voltado para campanhas em prol do respeito aos idosos. Com o objetivo de chamar atenção mesmo da sociedade da existência dessas violações de direito contra pessoas idosas, que geralmente são acometidas por pessoas próximas, como filhos, netos, funcionários de lar ou casas de idosos e ou responsáveis legais.

Vale ressaltar que a violência não está somente associada a violência física e por esse motivo eu vou explicar um pouco de cada tipo de violência, as mais comuns sofridas por esse público, acompanhe comigo:

Negligência– É o ato de omissão ou negar ajudar nas necessidades básicas, como alimentação, higiene e saúde, que são necessárias para a sobrevivência do idoso, o abandono, aonde os familiares ou responsáveis se ausentam e deixam os idosos sozinhos, por um pequeno ou longo espaço de tempo, alguns viajam nos finais de semana e deixam os idosos isolados em casa, alguns casos ainda mais graves têm idosos que são mantidos em cárcere privado, ou seja, presos em um cômodo, alguns ficam até amarrado em cama, ou já possuem uma limitação física, sem possibilidade de ver a luz solar. Existem muitos casos de idosos em condições degradantes, sujo por muitos dias, caídos no chão, próximo a comidas estragadas e fezes e urina em condições deploráveis.  

Violência Psicológica– É o ato de provocar intencionalmente dores emocionais, angustia, medo, ameaças, humilhações, intimidar com palavrões, ofensas, proibir executar algumas tarefas, de ver amigos e familiares. Essa violência enfraquece a vítima, levando muitas vezes a sentirem remorsos, culpa e acabam acreditando que merecem a vida que tem e se sentem amedrontados para denunciar ou buscar ajuda, muitos idosos negam as violências sofridas devido ao nível de violência psicológica sofrida por seus agressores.

Abuso Financeiro– Essa é uma das violências mais praticadas e me atrevo a falar que talvez seja o motivador das demais violências sofridas pelos idosos. Alguns idosos trabalham por muito tempo das suas vidas em busca de melhor qualidade de vida, conforto na velhice, mas infelizmente em alguns casos não acontece e devido a alguns terem problemas de locomoção, incapacidade psíquica, familiares ou terceiros se tornam seus responsáveis legais e torna ainda mais fácil o abuso financeiro, que ocorre desde o furto, roubo, apropriarem-se de bens matérias, casas, terrenos, aluguel de imóveis, renda mensal, exploração financeira, que é obrigar o idoso a dar dinheiro com freqüência. Não ocorre somente em casos de idosos com o alto poder aquisitivo, idosos com baixa renda também são vítimas, o pouco que ainda recebem também é tirado.

Violência física– Essa é o tipo mais visível de violência, que inclui maus tratos, lesão corporal, tapas, beliscões, arranhões, empurrão, ou devido ao uso de instrumentos, cinto, lâminas, armas brancas ou de fogo, mas que infelizmente os agressões mentem, falando que o idoso caiu e se machucou.

Abuso Sexual– Exercer um poder sobre a vítima para obter gratificação sexual sem o seu consentimento, obrigando a praticas sexuais.

 Segundo o ESTATUTO DO IDOSO,  Lei 10.741 de 1º de Outubro de 2003

Art.4º “Nenhum Idoso será objeto de qualquer tipo de negligência, discriminação, violência, crueldade ou opressão, e todo atentado aos seus direitos, por ação ou omissão, será punido na forma da lei”

S1º- É DEVER de TODOS prevenir a ameaça ou violação aos direitos do idoso.

 Art. 6. Todo cidadão tem como dever de comunicar á autoridade competente qualquer forma de violação a esta Lei que tenha testemunha ou de que tenha conhecimento.

Páginas: 1 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *